Vittae - Excelência em Saúde

  • Londrina (43) 3347-5674| (43) 9976-0270|
  • Cascavel (45) 9981-3881|

Notícias

Entenda os três tipos de Apneia do Sono

A apneia é um grave distúrbio do sono em que a respiração para e recomeça repetidamente. De acordo com dados do Ministério da Saúde, cerca de 50% da população brasileira se queixa de qualidade de sono e 33% sofre de apneia do sono.

Existem três tipos de Apneia do Sono: Apneia obstrutiva do sono (AOS), Apneia central do sono (ACS) e Apneia mista do sono.

A apneia obstrutiva do sono é o tipo mais comum, constituindo 84% dos diagnósticos. O ar para de fluir para os pulmões devido a alguma obstrução na via respiratória superior, isto é, no nariz ou na garganta.
A via respiratória superior pode ficar obstruída pelos seguintes motivos:

  • os músculos relaxam durante o sono, obstruindo a passagem de ar;
  • o peso do pescoço estreita as vias respiratórias;
  • amígdalas inflamadas;  
  • outros motivos temporários, como a forma do nariz, do pescoço ou da mandíbula.

A apneia central do sono (ACS) é o tipo menos prevalente e pode ser causada por insuficiência cardíaca ou uma doença ou lesão que envolva o cérebro, tais como:

  • AVC, tumor cerebral;
  • infecção viral no cérebro;
  • doença respiratória crônica.

Em alguns casos, a via respiratória está de fato aberta, porém o ar para de fluir para os pulmões porque nenhum esforço é feito para respirar. Isso ocorre basicamente porque a comunicação entre o cérebro e o corpo foi perdida, interrompendo a ação automática de respiração. As pessoas com ACS não costumam roncar, por isso, certas vezes, a doença passa despercebida.

A Apneia mista do sono é uma mistura da AOS (quando existe uma obstrução da via respiratória superior) com a ACS (quando não há esforço respiratório), e é o tipo menos comum de apneia do sono. 

A qualquer sintoma de algum tipo de apneia do sono, consulte o seu médico.

* informações: Resmed